Tag Archives: momento musical

As Palavras – Vanessa da Mata

30 abr

Essa é, sem dúvidas, a música mais linda desse álbum de Vanessa da Mata. E agora que está na trilha sonora da novela Morde e Assopra, deve virar novo hit.

As Palavras – Vanessa da Mata

As palavras saem quase sem querer,
Rezam por nós dois.
Tome conta do que vai dizer.
Elas estão dentro dos meus olhos
Da minha boca, dos meus ombros
Se quiser ouvir
É fácil perceber

Não me acerte
Não me cerque
Me dê absolvição
Faça luz onde há involução
Escolha os versos para ser meu bem e não ser meu mal
Reabilite o meu coração

Tentei
Rasguei sua alma e pus no fogo
Não assoprei
Não relutei
Os buracos que eu cavei
Não quis rever
Mas o amargo delas resvalou em mim
Não me deu direito de viver em paz
Estou aqui para te pedir perdão

Não me acerte
Não me cerque
Me dê absolvição
Faça luz onde há involução
Escolha os versos para ser meu bem e não ser meu mal
Reabilite o meu coração

As palavras fogem
Se você deixar
O impacto é grande demais
Cidades inteiras nascem a partir daí
Violentam, enlouquecem ou me fazem dormir
Adoecem, curam ou me dão limites
Vá com carinho no que vai dizer

Não me acerte
Não me cerque
Me dê absolvição
Faça luz onde há involução
Escolha os versos para ser meu bem e não ser meu mal
Reabilite o meu coração

Anúncios

Momento musical: No Recreio

12 out

Sério! Desde que meu MP4 quebrou e que só tenho o celular pra ouvir música no caminho do ônibus, tenho ouvido muito rádios, principalmente a Nova Brasil FM. Adoro a programação, dá pra relembrar cada música das antigas! Essa semana ouvi uma que é massa: No Recreio, que é de autoria de Nando Reis (o cara como compositor se garante!), mas na voz de Cássia Eller que eu adoro!!!

Quando você começa a parar para ouvir a letra da música, é realmente apaixonante, uma verdadeira declaração de amor!

Vamos então a letra da música que é linda!!!

NO RECREIO – CÁSSIA ELLER (NANDO REIS)

Quer saber quando te olhei na piscina
Se apoiando com as mãos na borda
Fervendo a água que não era tão fria
E um azulejo se partiu porque a porta
Do nosso amor estava se abrindo
E os pés que irão por esse caminho
Vão terminar no altar
Eu só queria me casar
Com alguém igual a você
E alguém igual não há de ter
Então quero mudar de lugar
Eu quero estar no lugar
Da sala pra te receber
Na cor do esmalte que você vai escolher
Só para as unhas pintar
Quando é que você vai sacar
Que o vão que fazem suas mãos
É só porque você não está comigo
Só é possível te amar…

Seus pés se espalham em fivelas e sandália
E o chão se abre por dois sorrisos
Virão guiando o seu corpo que é praia
De um escândalo, charme macio
Que o cor terá se derreter?
Que som os lábios vão morder?
Vem me ensinar a falar
Vem me ensinar ter você
Na minha boca agora mora o teu nome
É a vista que os meus olhos querem ter
Sem precisar procurar
Nem descansar e adormecer

Não quero acreditar que vou gastar desse modo a vida
Olhar pro céu só ver janela e cortina
No meu coração fiz um lar
O meu coração é o teu lar
E de que que adianta tanta mobília
Se você não está comigo
Só é possível te amar
Ouve os sinos, amor
Só é possível te amar
Escorre aos litros, o amor

PRA ASSISTIR

O clip da música é uma fofura, todo feito com imagens caseiras de Cássia Eller, a maioria com o filho dela. Sério, parece uma despedida… Lindo!!!

Momento musical: Skank

25 jun

Êêêêê!!! Até que enfim uma musiquinha menos “museu” por aqui… A banda não é tããão nova assim, mas a música é novinha em folha! No momento musical de hoje: Skank.

Bem, em época de Copa poderia até ser Partida de Futebol: “Que coisa linda é uma partida de futebol”. Mas vamos combinar, né? Esse empate entre Brasil e Portugal não tá merecendo essa música. Afinal, mesmo quando o empate é bom pra nosso time, um zero a zero não empolga ninguém!

Também se fosse essa música, seria mais uma das minhas velhinhas…

Mas no momento de hoje, escolhi uma música mais romântica (e bem mais recente) do Skank: Sutilmente.

SUTILMENTE – SKANK
E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

PRA ASSISTIR
Aí vai o clipe oficial da música.

Veja também: outros vídeos no youtube oficial do Skank.



Momento musical: Marisa Monte

16 jun

Sei que nesse espaço aqui eu só tenho trazido músicas das antrolas, mas o que eu posso fazer se hoje acordei pensando na canção Bem Que Se Quis, de Marisa Monte?

Nada, não é? A não ser dedicar um momento musical pra essa música que mesmo antiguinha ainda faz um sucesso danado! E que eu adoro, é claro!

BEM QUE SE QUIS – MARISA MONTE

Bem que se quis
Depois de tudo
Ainda ser feliz
Mas já não há
Caminhos pra voltar
E o que é que a vida fez
Da nossa vida?
O que é que a gente
Não faz por amor?

Mas tanto faz
Já me esqueci
De te esquecer
Porque
O teu desejo
É meu melhor prazer
E o meu destino
É querer sempre mais
A minha estrada corre
Pro seu mar

Agora vem pra perto vem
Vem depressa, vem sem fim
Dentro de mim
Que eu quero sentir
O teu corpo pesando
Sobre o meu
Vem meu amor, vem pra mim
Me abraça devagar
Me beija e me faz esquecer

PRA ASSISTIR
O youtube é realmente demais! Olha a pérola que encontrei: um clipe de Marisa Monte no Fantástico, cantando Bem Que Se Quis. O pior: a música fez parte da trilha sonora da novela Salvador da Pátria e eu me lembro de Lima Duarte interpretando Sassá Mutema! Mal sinal de que a idade está chegando…

Pra completar as antiguidades: William Bonner (ainda com os cabelos pretinhos), como apresentador do Fantástico! Vale a pena conferir!

Momento musical: Paralamas do Sucesso

26 fev

Uma das piores coisas de ficar velha (fora cabelos brancos, rugas e reumatismo) é essa coisa de saudosismo… Mas já que a nostalgia vem, vamos aproveitar para curti-la ao extremo!

No momento musical de hoje, uma pérola dos anos 80: Meu Erro, de Paralamas do Sucesso. Ei, vale ressaltar que nesse tempo eu ainda era um bebê, mas não tenho culpa se a música fez parte da minha adolescência e ainda é sucesso até hoje… Adoro!

MEU ERRO – PARALAMAS DO SUCESSO
Eu quis dizer
Você não quis escutar
Agora não peça
Não me faça promessas

Eu não quero te ver
Nem quero acreditar
Que vai ser diferente
Que tudo mudou

Você diz não saber
O que houve de errado
E o meu erro foi crer
Que estar ao seu lado
Bastaria!

Ah, Meu Deus!
Era tudo o que eu queria
Eu dizia o seu nome
Não me abandone

Mesmo querendo
Eu não vou me enganar
Eu conheço os seus passos
Eu vejo os seus erros
Não há nada de novo
Ainda somos iguais
Então não me chame
Não olhe prá trás

Você diz não saber
O que houve de errado
E o meu erro foi crer
Que estar ao seu lado
Bastaria!

Ah, Meu Deus!
Era tudo o que eu queria
Eu dizia o seu nome
Não me abandone jamais

PARA ASSISTIR:
Separei duas versões. Uma delas do Rock in Rio 1985, quando as mulheres não olhavam pra Hebert Viana não porque ele usava óculos, mas porque tinha coragem de usar um samba-canção pôdy desses!

Agora na versão acústica, com a participação de Zizi Possi. Hebert sem óculos nem cabelos, mas com uma roupitcha beeeeem mais composta…

Momento musical: Kid Abelha

19 fev

Tantas coisas para falar, mas hoje deixo a música falar por mim. Queria ter nascido compositora…

No momento musical de hoje: Kid Abelha e a música Grand’Hotel.

GRAND’HOTEL – KID ABELHA

Se a gente não tivesse feito tanta coisa,
Se não tivesse dito tanta coisa,
Se não tivesse inventado tanto
Podia ter vivido um amor Grand’ Hotel.

Se a gente não dissesse tudo tão depressa,
Se não fizesse tudo tão depressa,
Se não tivesse exagerado a dose,
Podia ter vivido um grande amor.

Um dia um caminhão atropelou a paixão
Sem teus carinhos e tua atenção
O nosso amor se transformou em “Bom Dia”…

Qual o segredo da felicidade?
Será preciso ficar só pra se viver?
Qual o sentido da realidade?
Será preciso ficar só pra se viver?

Se a gente não dissesse tudo tão depressa,
Se não fizesse tudo tão depressa,
Se não tivesse exagerado a dose,
Podia ter vivido um grande amor.

Um dia um caminhão atropelou a paixão
Sem teus carinhos e tua atenção
O nosso amor se transformou em “Bom Dia”…

Qual o segredo da felicidade?
Será preciso ficar só pra se viver?
Qual o sentido da realidade?
Será preciso ficar só pra se viver?
Só pra se viver.

Ficar só
Só pra se viver…
Ficar só
Só pra se viver.