Arquivo | fevereiro, 2011

Para rir um pouco

16 fev

Olhem que problemas pode dar um jornalista de TV faltar às aulinhas de fono…

Ne me quitte pas…

10 fev

“Ne me quitte pas”. Essa música composta por Jacques Brel foi sucesso na voz de Maysa na década de 1960 e ao fazer parte da trilha sonora da minissérie Presença de Anita, em meados dos anos 2000, passou a ser conhecida pelas gerações mais novas. Recentemente a canção foi regravada por Maria Gadu em um ritmo que é muito envolvente!

Resolvi tentar pegar a letra em francês pra (pelo menos tentar) aprender a cantar. Dei também uma olhada na tradução. A letra é muito forte, uma declaração de amor que nem todo apaixonado seria capaz de fazer!

Não é à toa que essa música continua sendo o sucesso mesmo ao longo de tantas gerações!

PARA OUVIR

Ne me quitte pas – Maria Gadu

Para quem não entende patavinas de francês, aí vai a tradução da música:

NÃO ME ABANDONE

Não me abandone, é preciso esquecer,
Tudo se pode esquecer que já ficou pra trás.
Esquecer o tempo dos mal-entendidos
E o tempo perdido a querer saber como
Esquecer essas horas que às vezes mata a golpes de por quês,
o coração de felicidade.
Não me abandone,
Não me abandone,
Não me abandone

Eu te oferecerei pérolas de chuva vindas de países
Onde nunca chove;
Eu escavarei a terra mesmo depois da morte,
Para cobrir teu corpo com ouro e luzes.
Criarei um país onde o amor será rei,
Onde o amor será lei e você será a rainha.
Não me abandone,
Não me abandone,

Não me abandone, eu te inventarei
Palavras absurdas que você compreenderá
Te falarei daqueles amantes
Que viram de novo seus corações excitados
Eu te contarei a história daquele rei,
Que morreu porque não pôde te conhecer.
Não me abandone,
Não me abandone,
Não me abandone,

Quantas vezes não se reacendeu o fogo
Do antigo vulcão
Que julgávamos velho?
Até há quem fale de terras queimadas a produzir mais trigo na melhor primavera
É quando a tarde cai, para que o céu se inflame
o vermelho e o negro não se misturam
Não me abandone,
Não me abandone,
Não me abandone,
Não me abandone,

Não me abandones, eu não vou mais chorar
Não vou mais falar, me esconderei aqui
Só para te ver dançar e sorrir,
Para te ouvir cantar e rir.
Deixa-me ser a sombra da tua sombra?
A sombra da tua mão? A sombra do teu cão?
Não me abandone,
Não me abandone,
Não me abandone.
Não me abandone.

Prêmio Desafio das Águas

4 fev

É muito bom ver o reconhecimento do seu trabalho, da sua dedicação, do seu empenho como profissional!

Vencedores do Prêmio Desafio das Águas:

Assessoria de Comunicação

ASA – 10 anos – Mariana Mazza/ Viviane Brochardt / Fernanda Cruz / Gleiceani Nogueira

Jornalismo impresso

O homem e o mar (caderno especial) – Júlia Kacowiz

Radiojornalismo

Enquanto a chuva não vem – Karoline Fernandes

Telejornalismo

Saneamento (série) – Mônica Silveira / Antônio Henrique

Jornalismo impresso (academia)

Falta água e sobra desperdício – Larissa Brainer

Radiojornalismo (academia)

A tecnologia auxiliando no combate ao desperdício de água – Marília Alves