Ansiedade

1 fev

Rói as unhas.
Tenta trabalhar, mas se distrai a cada dois segundos.
Toca o telefone.
Coração acelera.
Abre o e-mail.
Espera uma mensagem que não vai chegar.
Tenta retornar ao trabalho.
Olha para o celular.
Deseja que ele toque.
Acredita no poder da mente.
Olha o relógio.
Olha de novo.
Olha de novo.
Repara em como um minuto demora a passar quando se pensa nele.
Rói as unhas novamente.
Olha para o celular.
Checa o e-mail.
Nenhuma mensagem, nem spam.
Sente o coração palpitar.
A boca amarga.
O peito aperta.
A gastrite ataca.
O telefone toca.
Não é quem espera.
O coração acelera.
A respiração fica ofegante.
O aperto no peito toma conta.
A angústia vem.
Rói a unha.
Olha o celular.
Checa o e-mail.
Já não consegue mais trabalhar.
O telefone toca.
É quem esperava!

De repente, o coração abranda.
A respiração tranquiliza.
Esquece tudo o que passou.
Só o hoje importa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: